Saiba mais sobre a AEB – Associação Evangélica Beneficente


ONG BRASIL - Como nasceu a AEB e qual área atua? Como é o dia a dia da organização?

Bianca Miguel - A AEB nasceu em 1928 por iniciativa do Reverendo Othoniel Motta, filólogo da Universidade de São Paulo e professor de Língua Portuguesa. Após sua filha ter contraído tuberculose, conhecida na época como “peste branca”, Motta sensibilizou-se com a situação de muitas famílias que eram acometidas pela mesma doença e então fundou em São José dos Campos, cinco casas destinadas ao atendimento e residência de famílias cujos membros estavam doentes.

O trabalho ao longo de seus 85 anos veio se diversificando a partir das necessidades encontradas nas comunidades onde a AEB se inseriu, nos municípios de São Paulo e Sorocaba com o Hospital Evangélico.
Atualmente a AEB possui 17 núcleos de atendimento nas áreas das assistência social básica e especial, educação e saúde.
O dia-dia do trabalho é bastante diversificado e definido de acordo com a área de atuação do projeto, uma vez que são atendidos públicos de diferentes faixas etárias e com necessidades próprias, tais como: idosos, pessoas em situação de rua, crianças e jovens.

ONG BRASIL - Quais os principais projetos/ trabalhos desenvolvidos?

Bianca Miguel - Uma das iniciativas de maior destaque da entidade é a AEB Sul: complexo de atendimento multidisciplinar localizado no bairro do Capão Redondo, região de alta vulnerabilidade do município de São Paulo. Os projetos lá desenvolvidos estão situados na esfera da assistência social em diversas áreas, tais como: formação musical com o Projeto Criar&Tocar, economia criativa com o Projeto Vidas em Jogo, Centro para Juventude Henrique Guedes que realiza atividades socioeducativas para crianças e jovens, projetos de esporte, além de um residencial para idosos.

A AEB Sul por realizar um trabalho transversal a faixas etárias e gêneros, possibilita importantes trocas afetivas e de saberes entre as pessoas (funcionários, usuários e frequentadores) e também para a entidade.

ONG BRASIL - O que a AEB trará para a ONG Brasil 2013? Haverá alguma novidade?

Bianca Miguel - A AEB focará a sua exposição na ONG Brasil em seus projetos de formação musical, o Criar&Tocar, que possui uma orquestra juvenil e em sua área de formação esportiva, o Capão Olímpico.

As duas áreas viabilizaram inúmeros casos de sucesso, tanto de atletas que se profissionalizaram através do trabalho iniciado na AEB bem como de jovens músicos que hoje integram orquestras importantes como as da OSESP e do Baccarelli. A proposta é demonstrar na prática a vocação transformadora da formação integral, que possibilita a crianças e jovens em situação de vulnerabilidade acesso a oportunidades que de outra forma não teriam.

ONG BRASIL - Para a AEB, qual a importância da ONG Brasil como espaço de conexão entre poder público, organizações e empresas privadas para o setor?

Bianca Miguel - Sem dúvida é um espaço importante para divulgação de nossas  atividades e projetos e para construir uma rede de relacionamento com outras organizações sociais. Ainda há distanciamento e pouco compartilhamento de práticas e tecnologias sociais entre as entidades que fazem ação social no Brasil, e portanto, franquear espaços plurais e de troca de experiência é fundamental não apenas para a AEB mas sobretudo para o incremento do saber coletivo no campo social.

ONG BRASIL - A AEB tem programa de voluntariado? Se sim, como participar?

Bianca Miguel - A AEB aceita voluntários em duas frentes: nos projetos, atuando diretamente junto ao público atendido e também para atividades de apoio, tais como: voluntários para apoiar a comunicação, ajudar na organização de arquivos de imagens e outros trabalhos administrativos. Caso haja interesse em ser voluntário é necessário entrar em contato conosco pelo e-mail: bianca@aeb-brasil.org.br ou pelo telefone: (11) 26195400.

Entrevistada: Bianca Miguel – Assessora de Comunicação da  Associação Evangélica Beneficente.